O Pelicano guloso

por

 

Era uma vez um pelicano guloso. Todos os pelicanos são naturalmente comilões, mas este era um glutão cujo olho parecia maior que o bico, e olha que bico de pelicano não é nada pequeno.

O nosso pelicano não se cansava de mergulhar em busca de peixes cada vez maiores, até que um dia notou, enquanto sobrevoava a costa, um cardume de grandes peixes que lhe pareceram apetitosos.

– Que maravilha! – Comentou o pelicano com a gaivota mais próxima. – Olha que belo cardume! Vou encher o bico!

– Aqueles peixes são muito grandes para você. – Respondeu a gaivota.

– Que nada! – Retrucou o pelicano –  Eles cabem muito bem na bolsa do meu bico e ainda sobra espaço…

– Vá com calma. – Aconselhou pacientemente a gaivota, e explicou:  – Eles apenas parecem menores porque estamos voando muito alto. Quando estamos muito distantes de um objeto fica difícil avaliar o seu tamanho real.

– Lá vem você com essa mania de medir as coisas. – Respondeu o pelicano, que não entendia coisa alguma de óptica e nem de metrologia. –  Pois eu não preciso medir nada, tudo cabe no meu bico.

Dizendo isso o pelicano mergulhou lá do alto em direção ao cardume de peixes. Tibum! Caiu bem no meio de uma família de tubarões! Quase foi devorado. Saiu de lá com muito custo e, ainda tremendo, teve que agüentar a gozação da gaivota.

 Moral da história:  Não dá para levar todo mundo no bico.  Antes de encarar, é melhor medir primeiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: